Algodão egípcio: tudo que você precisa saber sobre o tecido do momento

Algodão egípcio: tudo que você precisa saber sobre o tecido do momento

Existem centenas de opções de algodão no mercado da moda. Mas quando falamos em algodão egípcio logo vêm a nossa mente qualidade e maciez. O maior diferencial do algodão egípcio para os demais tipos da fibra está no seu processo de fabricação, onde a umidade da fibra do tecido é contida e dividida em sementes. Após embalada, inicia-se o processo do agrupamento das fibras onde elas são torcidas dando lugar aos fios que serão penteados e somados a fibras mais longas nasce um tecido que se destaca pela sua maciez, caimento e conforto. Na Kilwend o algodão egípcio que usamos em nossas peças é certificado pelo BCI (Better Cotton Initiative), uma organização que certifica as boas práticas e melhores padrões em 21 países, incluindo o Brasil. Além disso, nossas peças contam com composição de 7% em elastano, que garante um toque ainda mais macio e sedoso para promover conforto total. Por que escolher o algodão egípcio¿ Por ser um algodão com a fibra mais longa do mercado, ele tem mais qualidade, maciez e evita a formação das temidas “bolinhas” nas peças de roupas. Também, o tecido de algodão egípcio é considerado uma peça luxuosa devido à produção de uma maior densidade de fios. Por fim, o algodão egípcio é um tecido que vale a pena ser usado em todas as estações do ano, garantindo qualidade e durabilidade.

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.